10 Attitudes to BOOM your English! CE#3

10 Attitudes to BOOM your English

Hey guys! This is the CHEWED ENGLISH 3 for you. Give a boom in your English, work hard but have fun during the proccess too!
Oh, just in case you’ve missed CHEWED ENGLISH 1 AND 2: CE #1 & CE #2.

1 – VC É UM RECÉM NASCIDO!

No início, veja a si mesmo como um recém-nascido (para a nova língua, é verdade!), que precisa ouvir muito para então começar a imitar o que escuta.

1- YOU’RE A NEWBORN!

In the beginning, look at yourself as a newborn (By the way, to a new language it’s so true!) and you need to LISTEN a lot and then starting to make impressions on what you listen to.

 

2- PORTUGUESE LEAVE ME ALONE!

Não devo pensar em português para formular minhas falas. Como isso? você precisa treinar seu pensamento todos os dias em cima disso. Quando você formular uma frase em inglês e perceber que ela está exatamente como na sua língua materna, pare. Desconfie. Tenha sempre em mente, para falar em inglês eu devo pensar única e simplesmente em inglês! Vou te dar alguns exemplos:

“Quantos anos você tem?”, seu cérebro tá acostumado  a pensar em português, então vc prontamente vai dizer How many (quantos) years (anos) do you have?, quando na verdade é How old are you?

Se eu te perguntar o que você imagina que seja write down, sua mente acostumada ao português, tende a dizer que é escrever embaixo, mas resista a tentação, se for o caso procure saber o que é, verifique pela internet, com professor, amigo. Na verdade, é ANOTAR.

2- PORTUGUESE LEAVE ME ALONE!

I must not think in Portuguese (or in your first language) to elaborate my talk. How come? You need to practice your thoughts everyday over that mindset. Whenever you create phrases in English and you notice that it’s exactly the way it would be in your first language, STOP. SUSPECT. Keep in mind: To speak in English I must simply and only think in ENGLISH! I’m going to give you some examples (in Portuguese):

Quantos anos vc tem?”, your mind is used to  thinking in Portuguese, so you say How many (quantos) years (anos) do you have (tem)?. Actually, it’s “How old are you?”

If I asked you what’s “WRITE DOWN”, your mind accustomed to d* Portuguese will tend to say that it’s “escrever em baixo”, but resist to this temptation. If it’s the case, figure out what it is, check on the Internet, with a teacher, friend. And WRITE DOWN means ANOTAR.

 

3- NÃO É MÁGICA, É HARD WORK!

Você  não fica fluente da noite pro dia, daqui 1 semana, 1 mês. Tudo é questão de quanto tempo você se expõe ao inglês na sua vida. Se você reserva um curto espaço de tempo para aprender, esse processo se torna lento, e pode te entediar com o passar do tempo, te influenciando a desistir. Mas se na sua rotina você organizar e conseguir incluir o inglês diariamente, de formas variadas (falarei disso em futuras anotações e vídeos), a exposição fica maior e você tem um ritmo que te leva a fluência plena num curto espaço de tempo.

3- THERE’S NO MAGIC, IT’S HARDWORK!

You’re not going to be fluent overnight, in 1 week, 1 month. It’s all about how much time you expose yourself to English in your life. If you save a short time to learn, this process become slow and you can get bored as time goes by, making you give up. But if in your routine you organize yourself and could add English daily in different ways, your exposition gets greater and you can have a rhythm that will lead you to your fluency in a short period of time.

 

4- NÃO AVALIE O INGLÊS DAS PESSOAS. MELHORE O SEU.

Evite fazer o que a maioria faz, por que? Porque você não é a maioria. Pare de ouvir seu amigo, ou qualquer brasileiro falando inglês é fale: “Nossa, que inglês horrível desse cara, olha como ele pronuncia…”. Você tem sua luta diária com a prática do inglês, essa pessoa também tem, e mais, tem dificuldades diferentes das suas. Respeite. Apenas observe, e use aquilo que você enxerga como defeito, como algo a melhorar em você, naquilo que você vem praticando todo dia. Lembre-se: cada um tem uma batalha diferente, se puder ajudar, go ahead. Se não, não atrapalhe. Viva sua batalha.

 

4- DO NOT RATE PEOPLE’S ENGLISH. IMPROVE YOURS!

Avoid doing what most people do, why? Just because you’re not them. Stop listening to your friend or any Brazilian (or people from your nationality) speaking English and say: “OMG, what a horrible English this guy has, look the way he/she pronounce…”. You have your daily battle with English practice, this person too, and more than that, they have different difficulties of yours. RESPECT. Just observe and use what you see as a bad thing to improve something in yourself that you’re practicing everyday. Remember: Every single person has a different battle, if you can help just go ahead, otherwise don’t disturb. Just live your life battle.

5- COMPARE VOCÊ COM VOCÊ MESMO.

Evite se comparar às outras pessoas, jogue fora pensamentos do tipo: “fulano faz inglês há 3 meses e já fala bem, e eu aqui”. Ou ainda, quando a culpa cai diretamente no professor um numa determinada escola. Stop NOW! Vc precisa ter o auto-feedback e só assim você consegue assumir as responsabilidades pelas falhas com seu inglês. Ou seja, você precisa se avaliar, identificar os pontos mais difíceis e ficar em cima disso para ficar melhor. A comparação é Eu ontem X Eu hoje.

 

5- COMPARE YOU WITH YOURSELF.

Avoid comparing you with other people, throw away thoughts like this one: “so-and-so has been doing English for 3 months and speaks really well, and I’m here with nothing”. Or yet, when you blame the teacher or a school. STOP NOW! You need to have your self-feedback and it’s the only way to take charge of your English failures. I mean, You need to analyze yourself, identify the hardest issues and keep practicing and improve them.  The only comparison  is The One you were yesterday Vs The One you are today!

 

6- O INGLÊS É FEITO DE CONTEXTOS.

Como assim? Eu posso ter uma palavra que tem diversos significados a depender da situação. Um típico exemplo é o verbo GET: “I’ve just got home” – Eu acabei de chegar em casa / I got a new t-shirt for my birthday – Eu ganhei uma camiseta nova de aniversário.
Outra, palavra DATE. Que pode ser DATA (tempo), ENCONTRO (relações), Tâmara (alimento) e o verbo namorar. Tá vendo? Contextos. Nunca se esqueça disso, essa questão de fazer seu cérebro se acostumar é gradativo, e deve estar em constante evolução.

 

6-ENGLISH IS MADE OF CONTEXTS.

What do you mean? I can have a word with many different meanings depending on the situation. A common example is the verb GET: “I’ve just got home” – Eu acabei de chegar em casa [it means, you’ve just arrived at home] / I got a new t-shirt for my birthday – Eu ganhei uma camiseta nova de aniversário. [someone gave you a t-shirt as a gift]

The other word is DATE. It can be “DATA” (time), “ENCONTRO” (relationships), “TÂMARA” (food) and the verb “NAMORAR”. Can you see? CONTEXTS. Never forget that, this question about making your mind get accustomed is gradual and must be developed constantly.

 

7- A GRAMÁTICA NÃO É TUDO.

Mas ela é uma das coisas essenciais. Maior que ela, é a proporção de aprendizado que deve ser 50% LISTENING & READING (combinados, dão um grande boom no seu aprendizado, falarei mais a fundo disso) 40% SPEAKING e 10% WRITING e GRAMMAR.  Como uma criança é preciso ouvir muito para aprender a falar, e nesse processo é bom praticar a leitura também, começando de textinhos simples, que ampliam seu vocabulário. E aí pra vc aprender a falar o melhor e mais corretamente, você faz uso da gramática e como escrever em inglês.

7- GRAMMAR ISN’T EVERYTHING.

But it’s one of the essential things. Bigger than grammar, it’s the learning proportion which must be 50% LISTENING & READING (both matched will give your learning goals a big “boom”), 40% SPEAKING e 10% WRITING e GRAMMAR. As a kid, it’s necessary to listen to learn how to speak, in this process it’s good to practice your READING too, starting from small simple texts that expand your vocabulary. And then, to learn how to speak better and correctly you use the grammar and how to write in English.

 

8- APRENDEU MAIS OU MENOS? VC USA MAIS OU MENOS!

Aquilo que você escuta nitidamente, você é capaz de falar/reproduzir claramente. Agora se você escuta mais ou menos, consegue perceber isso mas deixa de lado, ao longo do tempo você percebe que além de ouvir mais ou menos a sua fala também será mais ou menos. Isso vale para ler e escrever também. Fique atento a isso.

 

8- IF YOU KINDA LEARN, YOU KINDA USE IT!

Something you clearly listen to, you’re capable of say/copy clearly. However, if you KINDA listen and you notice it but you don’t care, as time goes by you realize that besides your not-so-good listening your speaking won’t be good too. This is the same for Reading and Writing. WATCH OUT!

 

9- CONHEÇA A MELHOR FORMA DE ESTUDAR O INGLÊS.

Para descobrir a melhor forma, você precisa se conhecer, testar o que funciona e o que não funciona para você absorver mais expressões, gírias, phrasal verbs, o inglês em si. Teste por 1 mês utilizar um caderno para anotações e tente estudar por ele. Se na maior parte do tempo você não deu a mínima para o caderno ou sentiu que não conseguiu absorver tanto quanto poderia, faça outros testes, utilize um app de anotações que você pode levar com você no celular, separe por assuntos. No EVERNOTE você consegue criar cadernos de diferentes temas, então você pode ter caderno para gírias, expressões, gramática, etc. Sempre se avalie de tempos e tempos e descubra o melhor caminho para aprender de verdade.

 

9- GET TO KNOW THE BEST WAY TO STUDY ENGLISH.

To figure out the best way to do it, you have to know yourself, try what works and what doesn’t for you to take in expressions, slangs, phrasal verbs, English altogether. Try to use a notebook to take notes and study with it for one month. If most of the time you didn’t  care about your notebook or even felt you couldn’t take English in as much as you thought, try other things, use a note app that you can carry with you in your phone, divide English into topics. With EVERNOTE app it’s possible to create notebooks with different themes, so you can have a notebook for slangs, expressions, grammar, etc. From time to time, evaluate yourself and figure out the best way to learn English.

 

10- TRANSFORME SEU MUNDO EM INGLÊS!

Se não há possiblidade de ir viajar fora e ficar exposto ao inglês 24/7 por alguns meses e voltar com uma bagagem interessante, “force” viver o inglês todos os dias. Mude os idiomas do seu celular, da sua TV, do seu relógio de pulso, baixe app dicionário, de memorização de vocabulário ou mesmo um caderno, o que funcionar pra você. Encontre livros que você já leu em português na sua versão em inglês, se você tiver algum amigo que fale inglês alugue ele para falar inglês com você durante o tempo que estiverem junto. Não tem ninguém? Converse sozinho, imagine aquilo que você fala em português, como ficaria em inglês, tente falar. Treine aquelas palavras que você trava tanto na frente do espelho (aquelas com TH, por exemplo!). Viva intensamente isso!

 

10- TURN YOUR WORLD INTO ENGLISH!

If there’s no possibility of travelling abroad and get exposed to English 24/7 for some months and come back with an interesting knowledge, force yourself to live English every day. Change your phone, TV, watch language, download a dictionary, vocabulary keeper app or even a notebook, whatever works for you. Find books you’ve already read in Portuguese in their English version. If you have a friend who speaks English ask him to speak in English with you when you’re together. You have nobody? Speak with yourself, imagine that phrase in Portuguese and how it would be in English, try to speak. Practice those words you have difficulties in front of a mirror (those TH words, for example!) Live English to its fullest!
 

Catch up with CHEWED ENGLISH 1 AND 2 here: CE #1 & CE #2.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *